top of page

HOJE SOBRE MIM…

De repente tudo pareceu mudar... e de fato mudou.

Num domingo como outro qualquer, tudo ficou cinza e uma dor avassaladora tomou conta do meu coração.


Há 65 dias perdi minha mãe. Digo perdi pois o sentimento em primeiro momento é esse. Num piscar de olhos nos sentimos orfãos e isso jamais terá alguma relação com idade. Falei com ela no sábado à noite, era rotina conversarmos 3 x ao dia. E no domingo ela partiu. Mau súbito, dormindo.


Como não se sentir triste e com um vazio imenso?

Como não pensar em tantas coisas ao mesmo tempo. Impossível, dados os fatos de não se preparar para este momento. Até pensamos na finitude, mas até estar diante de uma doença, isso não é algo que gostamos de mencionar que dirá, se preparar.


Foi e está sendo difícil sim!

Hoje me debruço a agradecer por ter a tido como minha mãe por 48 anos. Tantos ensinamentos. Muito do que sou, devo à ela. Virou minha estrelinha lá no céu, juntamente com minhas avós, Alma & Olga.


Tenho meditado muito e tentado encontrar o consolo numa consciência elevada, que parti daqui desse plano, para continuar os aprendizados em outra dimensão. Deus é bom e justo e tem me dado todo apoio e entendimento necessários.


Meu trabalho é minha paixão, minha inspiração. É nele que encontro tantos motivos para apreciar, contemplar, me tirar da zona de conforto e sim, me acalmar. É na minha família amada e no meu trabalho que estão minhas maiores riquezas. E minha mãe sabia e se orgulhava disso.


Esteve conosco por 45 dias visitando, e um mês depois de retornar pra sua casa, partiu. Veio se despedir? Não sei. O que sinto é gratidão por ter tido mais esse momento próximo, todos juntos.


Essa é a primeira vez que falo sobre esse assunto.

Não quero que seja com tristeza mas sim um afago, pra você que já passou por isso e para lembrar. Vivamos o presente e da melhor maneira com aqueles que amamos. É ISSO QUE FICA.

Te amo pra sempre, Mãe


29 visualizações0 comentário

Posts recentes

Ver tudo
Post: Blog2_Post
bottom of page